Consulta virtual (Teleconsulta) ou presencial
(31) 3241.2123

Insônia na gravidez: quais as causas?

Por: Dra Yumara Siqueira CRM-MG 22767 / RQE 20493

78% das gestantes sofrem com questões de insônia. Saiba o que fazer para amenizar o problema.

A gravidez é um período no qual ocorrem diversas alterações no organismo da mulher, inclusive no sono. Até mesmo quem nunca teve dificuldades para dormir pode enfrentar a insônia na gravidez, um problema bastante comum entre as gestantes.

A insônia pode acontecer durante toda a gravidez, mas ela é mais frequente no primeiro e terceiro trimestres. A explicação é que no começo da gestação a produção de hormônios é mais intensa, enquanto no período final o tamanho da barriga pode tornar mais difícil achar uma posição confortável para o sono, além de a ansiedade ser maior devido à proximidade do parto.

Segundo a Universidade da Califórnia, nos EUA, 78% das gestantes sofrem com insônia na gravidez. As causas envolvem diversos fatores. Falaremos sobre elas a seguir, assim como formas para driblar o problema e dormir melhor.

Causas da insônia na gravidez

A insônia na gravidez é motivada por alterações hormonais, físicas, metabólicas, psicológicas e fisiológicas. Logo no início da gravidez, os níveis de progesterona aumentam, e isso provoca sonolência ao longo do dia, mas essa alteração hormonal é responsável também por interferir nos músculos do sistema urinário e provocar náuseas e azia. Esses fatores podem interromper o sono ao fazer a mulher acordar várias vezes à noite para ir ao banheiro, por exemplo.

Outras causas de insônia na gravidez que merecem ser citadas são:

  • Ansiedade e estresse;
  • Cãibras nas pernas;
  • Dores nas costas;
  • Movimentos fetais;
  • Ronco e distúrbios respiratórios do sono;
  • Sensibilidade mamária;
  • Desconforto físico com o tamanho da barriga.

Complicações associadas à insônia na gravidez

O sono de qualidade é fundamental para o bom funcionamento do metabolismo, além de ter inferência direta no humor do indivíduo. A insônia como um problema crônico pode desencadear problemas de estresse e levar a transtornos mais sérios, como depressão e ansiedade.

Dormir mal também pode trazer riscos à saúde da mulher durante a gravidez, como maior propensão à diabetes gestacional, pré-eclâmpsia, ganho excessivo de peso e até parto prematuro.

Por esses motivos, é importante ter um acompanhamento médico adequado durante toda a gestação, inclusive com um especialista em saúde mental feminina se a insônia na gravidez prejudicar a rotina da paciente.

Como lidar com a insônia na gravidez?

Sabendo que a insônia acomete a maioria das gestantes e conhecendo os potenciais prejuízos à saúde que a falta de sono adequado pode causar, confira algumas dicas para dormir melhor.

Estabeleça um horário de sono regular

Procure se deitar e acordar todos os dias no mesmo horário, além de evitar cochilos durante o dia para não atrapalhar o sono à noite.

Crie um ambiente de sono confortável

Apagar as luzes e deixar o ambiente arejado e silencioso pode combater a insônia na gravidez. Outra dica é não ficar mexendo no celular quando estiver na cama.

Evite estímulos antes de dormir

Evite consumir bebidas que contenham cafeína para não prejudicar a qualidade do sono.

Pratique técnicas de relaxamento

Atividades como massagem, yoga, meditação ou banho quente ajudam a relaxar o corpo e espantar a ansiedade antes de dormir.

Faça exercícios regularmente

A prática de exercícios físicos sob orientação médica ajuda no relaxamento corporal e alivia as dores, o que contribui para um sono de melhor qualidade.

Controle a hidratação

A água é fundamental para que uma variedade de ações metabólicas aconteça durante o sono, mas é bom não exagerar antes de ir para a cama para evitar acordar à noite para fazer xixi.

Mantenha uma alimentação saudável

Comer pequenas porções, principalmente à noite, e evitar o consumo de alimentos doces e gordurosos ajuda no processo de digestão e a ter uma noite de sono mais tranquila.

Consulte um profissional de saúde

Vale ressaltar que antes de começar a praticar exercícios físicos, de ajustar a alimentação e de implementar outras dicas para combater a insônia na gravidez, é indispensável conversar com o seu obstetra para receber todas as orientações adequadas e o encaminhamento a demais profissionais de saúde, se houver necessidade.

Quando devo começar a me preocupar com a insônia?

A insônia na gravidez é uma condição comum, mas que pode ser amenizada com algumas boas práticas, como as que foram citadas anteriormente. Caso a falta de sono provoque sintomas mais graves, como a diabetes, hipertensão arterial e fortes alterações de humor, pode ser necessário procurar ajuda médica para solucionar o problema.

Entre em contato com a Dra. Yumara Siqueira e agende sua consulta!

 

Fontes:

Associação Brasileira de Sono

Febrasgo

Universidade da Califórnia

MATÉRIAS RELACIONADAS

Tudo sobre saúde mental e psiquiatria
1 2 3 5
153 OPINIÕES
35 AVALIAÇÕES

Agendamento Online

Agende agora mesmo uma consulta via Telemedicina ou Presencial, através do Doctoralia!

AGENDAR CONSULTA

ONDE ESTAMOS

Rua dos Aimorés, 3018, Sala 701 Barro Preto, Belo Horizonte - MG | CEP: 30140-073

CONTATO

(31) 3241.2123
contato@pontodemutacao.com.br
SIGA-NOS!
Copyright © - Dra. Yumara Siqueira de Castro 2024.
Todas as informações publicadas neste site têm cunho educacional, sendo que todos os conteúdos são previamente revisados pela Dra. Yumara Siqueira de Castro, CRM-MG 22767 / RQE 20493, e não podem ser consideradas diagnóstico. Para tal, é necessário consulta e exames preliminares.